A Política de Comércio Internacional Agrícola de Brasil e Estados Unidos no Contencioso do Algodão na OMC (2002-2005)/The International Agricultural Trade Policy of Brazil and United States in Cotton Dispute on the WTO (2002-2005)

Resumo

O objetivo deste artigo é compreender o modus operandi dos instrumentos e mecanismos institucionais no Brasil e nos Estados Unidos de formulação da política de comércio internacional agrícola centrada em três variáveis: a) mobilização de interesses, b) funcionamento de instituições e c) divulgação de informações. Como exemplo, utilizaremos o contencioso do algodão na Organização Mundial do Comércio contra os Estados Unidos, desencadeado por uma coalizão de países em desenvolvimento e Países de Menor Desenvolvimento Relativo sob liderança do Brasil entre 2002 e 2005.

Palavras-chave: Brasil e Estados Unidos; Política de Comércio Internacional; OMC; Agricultura; Contencioso do algodão.

 

 

Abstract: This article´s objective is undertand of the modus operandi of the institutional mecanisms and instruments in Brazil and the United States in the formulation of international agricultural trade policy, focused on three variables: a) interest´s mobilization b) institutional management and c) information press. As an example, will be used the cotton dispute on the WTO against the United States, which took place by a strike of the developed countries and the least developed countries under Brazil´s lidership between 2002 and 2005.

Key words: Brazil and United States; International Trade Policy; WTO; Agriculture; Cotton Dispute.

Biografia do Autor

Marcelo Fernandes de Oliveira, Unesp-Marília
Livre Docente pela UNESP/Campus de Marília e Doutor em Ciência Política pela USP, Professor de Relações Internacionais da UNESP/Campus de Marília, Coordenador do Grupo de Pesquisa cadastrado no CNPQ GEPRI (Instituto de Gestão Pública e Relações Internacionais – www.igepri.org) e Pesquisador da Rede de Pesquisa em Política Externa e Regionalismo. É Bolsista PQ – Nível 2 do CNPQ.
Camilla Silva Geraldello, Universidade de São Paulo
Doutoranda em Ciência Política pela FFLCH-USP. Editora-Assistente da Brazilian Journal of International Relations (BJIR). Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais "San Tiago Dantas", UNESP, UNICAMP, PUC/SP. Graduada em Relações Internacionais pela FFC-Unesp/Marília. Fez parte da Equipe Editorial do Pontes - Informações e Análises sobre Comércio e Desenvolvimento Sustentável do International Centre of Trade and Sustainable Development (ICTSD). Pesquisadora do Instituto de Gestão Pública e Relações Internacionais (IGEPRI); do Grupo de Estudos Interdisciplinares sobre Cultura e Desenvolvimento (GEICD); da Equipe de Relações Internacionais do Centro de Estudos de Cultura Contemporânea (CEDEC); e da Rede de Pesquisa em Política Externa e Regionalismo (REPRI).
Publicado
2018-05-27
Seção
Artigos