MORTES VIOLENTAS INTENCIONAIS NO NORDESTE E SUAS CONEXÕES COM OS GASTOS EM SEGURANÇA PÚBLICA E AS APREENSÕES DE ARMAS DE FOGO ILEGAIS

José Maria Pereira da NÓBREGA JUNIOR

Resumo


Resumo: As mortes violentas intencionais no Nordeste cresceram exponencialmente nos últimos quinze anos. Dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (2017) demonstram que, o Nordeste, foi responsável por mais de 40% das 61,5 mil dessas mortes. O intuito deste paper é testar a hipótese na qual os gastos/investimentos feitos pelo governo na segurança pública, bem como as apreensões de armas de fogo ilegais, impactam positivamente no controle dos homicídios (MVI’s) no Nordeste. O método é quantitativo com o uso de mecanismo estatístico conhecido como Correlação de Pearson. Os principais resultados apontam para maior nível de associação dos MVIs (controle) com as apreensões de armas de fogo ilegais e com impacto menor dos gastos/investimentos.

Palavras-chave: Mortes violentas intencionais, homicídios, controle, gastos públicos, segurança pública.


Abstract:
Intentional violent deaths in the Northeast have grown exponentially in the last fifteen years. Data from the Brazilian Public Security Forum (2017) show that the Northeast accounted for more than 40% of the 61.5 thousand deaths. The purpose of the paper is to test the hypothesis in which government expenditures / investments in public security, as well as seizures of illegal firearms, have a positive impact on the control of homicides (MVIs) in the Northeast. The method is quantitative using the statistical mechanism known as Pearson's Correlation. The main results point to a higher level of association of MVIs (control) with illegal firearms seizures and with a lower impact of expenditures / investments.

Keywords: Violent intentional killings, homicides, control, public spending, public security.


Texto completo:

PDF