CAMINHOS ALTERNATIVOS: A PROPOSTA DOS CURSOS TÉCNICOS DE AGROECOLOGIA DO MOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURAIS SEM TERRA DO PARANÁ

  • João Henrique Souza PIRES
Palavras-chave: agroecologia, MST, cursos técnicos em agroecologia

Resumo

Esse trabalho tem como objetivo refletir sobre a matriz agroecológica e analisar as bases teóricas metodológicas desenvolvidas nos Centros/Escolas de Agroecologia do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) na construção dos cursos técnicos em agroecologia no Paraná (PR). Para proceder ao estudo, utilizou-se de referências bibliográficas e análise documental, tendo como objeto concreto os seguintes documentos: Projeto Metodológico (PROMET), Projeto Político Pedagógico (PPP), ementas de ensino e regimento interno do Centro/Escola José Gomes da Silva (EJGS) durante o curso de técnico em agroecologia integrado ao ensino médio Turma Revolucionários da Terra (2010-2013).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Henrique Souza PIRES

O Laboratório Editorial foi instituído com o objetivo de criar condições e oportunidades para a difusão de pesquisas e tornar públicos os resultados dos trabalhos do corpo docente da FFC. Constitui-se num órgão adjunto à Diretoria da FFC e vinculado à SAEPE, com o apoio da Seção Gráfica, da Diretoria, da Biblioteca, e das Seções de Finanças, Compras e Técnica Acadêmica. A função do Laboratório Editorial é a de assessorar, planejar, realizar e distribuir livros, periódicos e outras publicações elaboradas na FFC.

E-mail: labeditorial@marilia.unesp.br 

Publicado
2018-01-31
Seção
Artigos