CONHECIMENTO DE GRADUADOS E GRADUANDOS EM EDUCAÇÃO FÍSICA SOBRE O AUTISMO

LÍVIA ALÍPIO PENIDO, LIDIANE APARECIDA FERNANDES, SIMARA REGINA OLIVEIRA RIBEIRO, MAICON RODRIGUES ALBUQUERQUE, HERBERT UGRINOWITSCH, GUILHERME MENEZES LAGE

Resumo


O professor de Educação Física, independente da área de atuação tem um importante papel tanto na identificação das alterações motoras características do Transtorno do Espectro Autista (TEA), quanto também na prescrição de exercícios físicos adequados como estratégia de promoção da qualidade de vida e desenvolvimento global. Este estudo teve por objetivo analisar o conhecimento de graduados e graduandos em Educação Física sobre o TEA. Foi aplicado um questionário a 146 participantes, sendo 106 graduados e 40 graduandos de Educação Física. Os resultados encontrados indicam que os graduados e graduandos em Educação Física, de forma geral, não possuem conhecimentos básicos sobre o TEA, assim como sobre o comportamento motor das crianças com TEA. Estes resultados sugerem que uma possível explicação está na formação de profissionais para a educação inclusiva e manejo das diversidades encontradas, sendo ainda um assunto que demanda mais atenção de pesquisadores e de profissionais da área


Palavras-chave


Transtorno do Espectro Autista. Conhecimento do professor. Educação Física

Texto completo:

PDF