Avaliação de capacidades físicas de atletas de basquetebol em cadeiras de rodas

  • viviane fatima manchur unicentro
  • Verônica Verônica Volski
Palavras-chave: Deficiência Física. Capacidades Físicas. Basquetebol em Cadeira de Rodas.

Resumo

A pesquisa objetivou avaliar as capacidades físicas - força, agilidade e potência aeróbica - de atletas de basquete em cadeira de rodas da cidade de Guarapuava-PR. A partir da aplicação de um questionário socioeconômico a média de idade foi de 35,3 (±13,1) anos, média de experiência em tempo de 48,7 meses (±38,48) e treinamento semanal de 04 horas. Teste potência aeróbica (12 minutos) teve médias de distância 1470,12 (±408,60) metros e VO2máx 16,12ml/kg/min (± 7,53). No teste de potência de membros superiores (medicine Ball) constatou-se média de distância de 4,14(±1,2) metros. Para o teste de agilidade (Shuttle Run) obteve média de 19,43 (±3,32) segundos. A partir da comparação com outras pesquisas que avaliaram as mesmas capacidades físicas conclui-se que os avaliados apresentaram baixos rendimentos quando comparadas a dados de outras pesquisas, demandando treinos com atividades específicas para o melhoramento de suas capacidades físico-motoras para as competições

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

viviane fatima manchur, unicentro
Departamento de educação fisica, area da saúde
Publicado
2018-02-22