Avaliação da acessibilidade em um centro de atendimento em educação e saúde

  • Gabriela Perardt
  • Eduardo José Manzini
Palavras-chave: Acessibilidade. Avaliação. Saúde. Educação.

Resumo

O presente estudo originou-se a partir de questionamentos em relação à acessibilidade de um Centro para atendimento à comunidade nas áreas de Saúde e Educação: a nova instalação desse Centro de Atendimento encontra-se em consonância com as normas de acessibilidade existentes para esse tipo de estabelecimento? Existem pontos de perigo que possam colocar a comunidade usuária do estabelecimento em risco? Dois objetivos foram estabelecidos: 1) avaliação a acessibilidade segundo as normas técnicas vigentes e 2) identificar pontos de perigos a partir da percepção de funcionários e estagiários que atuavam na instituição. A avaliação da acessibilidade foi realizada por meio de um estudo observacional em relação às rotas pelas que as pessoas utilizavam. Os pontos de perigo foram identificados por meio de entrevista semiestruturada realizada com quatro funcionários e cinco estagiários.  Os resultados indicaram que algumas rotas possuíam corredores e portas que não se enquadravam nas normas técnicas sobre acessibilidade. As entrevistas possibilitaram identificar alguns pontos de perigo: 1) valetas sem grades; 2) degraus que dificultavam a entrada com cadeira de rodas; 3) rampas muito inclinadas; e, 4) buraco. Os achados poderão servir para que administração e gestão possam regularizar os ambientes no sentido de propiciar segurança e autonomia aos seus usuários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriela Perardt
Gabriela Perardt é fisioterapeuta, cursou o aprimoramento profissional e a especialização Reabilitação e Tecnologia
Publicado
2018-07-08