Psicologia, Metafísica e Literatura: a Descrição dos Sentimentos Profundos em Bergson

  • Paulo César Rodrigues
Palavras-chave: Duração, Literatura, Metafísica, Psicologia, Sentimentos profundos

Resumo

O objetivo deste artigo é o de explorar as relações entre psicologia, metafísica e literatura,a partir do exame do Ensaio sobre os dados imediatos da consciência; mais exatamente, a partir da compreensão dos "sentimentos profundos", que representa, no Ensaio, o momento privilegiado para apreender a estrutura temporal da consciência. Porém, o presente estudo não abordará unicamente o texto de Bergson, suas descrições dos sentimentos profundos (como as emoções estéticas e morais), o que muito provavelmente seria repetitivo. O uso de um exemplo extraído da própria literatura (no caso,o romance Grande sertão: veredas, de Guimarães Rosa) será imprescindível aqui para compreender a possibilidade de uma descrição qualitativa do "fluxo da consciência", revelando sua estrutura temporal. A partir disso, espera-se determinar com um pouco mais de clareza as interações entre psicologia,metafísica e literatura, na filosofia de Bergson.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Seção
Artigos/Articles