A INTELIGÊNCIA DOS FUTUROS CONTINGENTES: INTERROGANDO G. W. LEIBNIZ SOBRE DEUS E A VERDADE

  • Paulo Renato JESUS
Palavras-chave: Leibniz. Futuros contingentes. Teodiceia. Temporalidade.

Resumo

A presente investigação questiona a essência teo-lógica dos futuros contingentes. Para
o efeito, analisa-se, primeiramente, a argumentação segundo a qual, sob certas condições lógicas,
teológicas, ontológicas e cosmológicas antinecessitantes, detetadas por G. W. Leibniz (conciliando
a posição de St. Agostinho com a de L. Molina e W. Ockham), a abertura contingente do futuro
parece ser compatível com o regime das “verdades contingentes pré-determinadas”, regime enquadrado
teologicamente pelo princípio do “futuro melhor” ou do “único futuro verdadeiro”. No entanto, os
futuros contingentes incitam, com e contra Aristóteles, ao desenvolvimento de uma lógica temporal
e plurivalente, ao modo de J. ?ukasiewicz ou A. Prior. Essa lógica garante a abertura do futuro sem o
oneroso custo metafísico da adesão a uma teo-lógica omnideterminante. A crítica do determinismo
lógico, daí resultante, afigura-se mais coadunável com as condições pós-metafísicas inerentes à episteme
agnóstica contemporânea, mas, nesse caso, a abertura do futuro implicaria uma profunda redefinição
das próprias ideias e funções de “Deus”, “matéria”, “história” e “verdade”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Renato JESUS

O Laboratório Editorial foi instituído com o objetivo de criar condições e oportunidades para a difusão de pesquisas e tornar públicos os resultados dos trabalhos do corpo docente da FFC. Constitui-se num órgão adjunto à Diretoria da FFC e vinculado à SAEPE, com o apoio da Seção Gráfica, da Diretoria, da Biblioteca, e das Seções de Finanças, Compras e Técnica Acadêmica. A função do Laboratório Editorial é a de assessorar, planejar, realizar e distribuir livros, periódicos e outras publicações elaboradas na FFC.

E-mail: labeditorial@marilia.unesp.br 

Publicado
2016-02-16
Seção
Artigos/Articles