A causa final nas Disputas metafísicas de Francisco Suarez

Palavras-chave: Metafísica, Causa final, Causa eficiente

Resumo

Nas Disputationes metaphysicae (disp. 23 e 24) Francisco Suarez tenta mostrar que a causa final não é uma projeção do intelecto humano, mas algo real nas próprias coisas e que sem ela não é possível dar uma explicação satisfatória dos fatos observados na experiência. Ele mostra como a causa final age no ser humano, em Deus, nos chamados ‘agentes naturais’ e no universo como um todo. De fato, a causa final supõe a existência de algo capaz de conhecer um fim e de direcionar suas ações para ele. Mas isto não significa que o fim está totalmente ausente das operações dos ‘agentes naturais’, nem que a explicação teleológica nunca faça sentido para eles. Sob certo aspecto há intencionalidade mesmo nas operações dos entes não-racionais, pois toda a natureza está submetida à ação e à racionalidade divina.

Recebido: 30/12/2019
Aceito: 30/12/2019

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cesar Ribas Cezar, Universidade Federal de São Paulo

Professor do Departamento de Filosofia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Guarulhos, SP – Brasil.

Publicado
2020-01-30
Seção
Artigos/Articles